Confira

Ação realizada no Congresso Nacional pela Psoríase Brasil mobilizou parlamentares e impactou cerca de 28 mil pessoas

A Psoríase Brasil divulgou balanço dos resultados alcançados pelo ato público realizado no Congresso Nacional, entre os dias 27 e 29 de outubro de 2015, para sensibilizar parlamentares e população sobre a falta de políticas públicas e o desconhecimento acerca da doença que gera preconceitos e traumas na vida das pessoas com psoríase.

Confira



0
milhões no mundo

0
milhões no Brasil

0
% dos pacientes tratam





Cerca de 125 milhões de pessoas possuem a doença em todo o mundo.



No Brasil, há cerca de 5 milhões de portadores da doença e segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, somente cerca de 5% fazem tratamento.



Ajude-nos a divulgar e lutar contra o preconceito com o portador de psoríase. Estamos nas redes sociais com as hashtags #psoriasesempreconceito  #psoriaseeuapoio #psoriasediamundial2015

A OMS reconhece a Psoríase como doença grave e incapacitanteorganizacao-mundial-da-saude-oms-reconhece-262x218

Em maio de 2014, a Organização Mundial da Saúde – OMS –, em sua 67a Assembleia, reconheceu a psoríase como uma doença grave, incapacitante, dolorosa, não transmissível e para a qual ainda não existe cura.


+Qualidade – Dicas para melhorar a sua qualidade de vida

Dicas importantes para conviver com a doença

algumas mudanças simples no estilo de vida também podem ajudar a minimizar o impacto da doença

Diminua seu Estresse

O Estresse tem papel importante no aparecimento das lesões.Procure ajuda de um profissional se considerar necessário.



Controle sua Ansiedade

A ansiedade pode ser um fator agravante da doença.

acoes-da-abapp-associacao-baiana-de-portadores-de-psoriase-no-dia-mundial-da-psoriase-2012-09


Álcool e Tabaco só pioram as crises

Bebidas alcoólicas e cigarro só pioram a situação, se possível, elimine-os o mais breve possível.


Monitore sua saúde

Ter um acompanhamento de saúde profissional é o princípio básico para conviver com a doença.Não adianta esperar remédios imediatos e milagrosos.
 

Confira mais dicas

fatores que pioram a doenã
11072797_850483478358327_4360424702175462585_n
psor e emocoes
pso e alimentacao

Novidades



Maringá vai ser a primeira cidade a oferecer gratuitamente medicamentos tópicos para pacientes com psoríase

A Secretaria de Saúde lançou na quarta-feira (30) o Programa de Acesso a Medicamentos Tópicos manipulados para pacientes com psoríase. O evento contou com a participação da secretária de Saúde, Carmen Inocente, a farmacêutica responsável pela farmácia de manipulação municipal, Suzana Ogava, a dermatologista Sineida Berbert Ferreira e a presidente da Associação Paranaense de Pessoas com Psoríase (PSORIPAR), Roseani Cedaro.

Com o objetivo de atender os maringaenses portadores de psoríase, acompanhados pelo SUS, através das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e serviços contratualizados, o programa vai oferecer, gratuitamente, fórmulas tópicas exclusivas para o tratamento da doença. A Secretaria está preparando todo processo para a compra das matérias-primas e pretende começar a produção ainda em 2016. “Esse trabalho é inédito no Brasil. Maringá vai ser a primeira cidade do país a oferecer gratuitamente esses produtos. Graças ao trabalho de toda nossa equipe, da nossa farmacêutica, Suzana Ogava, estamos inovando mais uma vez e oferecendo mais opções de tratamento para quem sofre tanto com a psoríase”, explica a secretária de Saúde, Carmen Inocente.

Para participar do programa o usuário terá que cumprir alguns critérios como: ser morador de Maringá, vinculado e acompanhado pela UBS de referência, possuir prescrição de médico dermatologista do SUS e ou de médico dermatologista vinculado à Secretaria de Saúde. “Desenvolvemos um fluxo de atendimento que vai garantir o bom atendimento dos nossos pacientes e a entrega das soluções. Vamos conseguir avançar muito no controle da psoríase”, explica a farmacêutica responsável pelo projeto, Suzana Ogava.

Psoríase BRASIL vai ao Congresso Nacional buscar apoio entre Senadores e Deputados

Na quarta-feira, 06 de ABRIL, a presidente e o vice-presidente da ONG Psoríase Brasil, Gládis Lima e José Célio Silveira Peixoto, estarão em Brasília para se reunir com parlamentares e pleitear apoio à causa dos portadores de Psoríase.

Em agenda marcada com deputados e senadores, a diretoria da ONG tem como pauta central reclamar pela falta de oferta, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), de Tratamento de Fototerapia aos portadores de Psoríase, o que resulta no não cumprimento do Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT). A ONG solicitou agenda com deputados e senadores dos estados nos quais o DATASUS – Sistema de Informações do Sistema Único de Saúde – aponta não haver oferta desse tratamento. Assim, a gaúcha Gládis Lima e o cearense José Célio Silveira Peixoto, falarão com parlamentares de Alagoas, Paraíba, Pará, Espírito Santo, Piaui e Amapá.

Na ida a Brasília, a direção da ONG Psoríase Brasil também irá se encontrar com parlamentares que acenaram apoio à causa, como os senadores Ana Amélia Lemos (RS) e Waldemir Moka (MS). Entre os temas a serem tratados com os dois parlamentares, está o pleito da Organização sobre a falta de avanços da criação de um Grupo de Trabalho (GT) cujo objetivo seria buscar a célere aprovação da inclusão de medicamentos imunobiológicos, mais modernos e eficazes, no rol de medicamentos a serem distribuídos pelo SUS ao tratamento à Psoríase.

A suposta criação do GT deveria ser resultado da Audiência Pública realizada em 03 de junho de 2015, pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal, quando foi definida a criação do Grupo no prazo máximo de 60 dias. Entretanto, 7 meses se passaram e o tema segue sem avanços. O GT seria integrado por representantes da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do Sistema Único de Saúde (Conitec), uma das responsáveis pela aprovação dos medicamentos; por membros da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD); profissionais do Hospital das Clínicas de São Paulo, referência no tratamento à Psoríase no País, bem como por representantes da Associação de Pacientes Psoríase Brasil.

 

ENQUETE – TRATAMENTO DE FOTOTERAPIA ATRAVÉS DO SUS

Estamos mapeando a disponibilidade de serviços de FOTOTERAPIA pelo SUS no Brasil. Gostaríamos de saber se você tem acesso a fototerapia no seu Município/Estado.
Acesse e contribua:
http://psoriasebrasil.polldaddy.com/s/fototerapia


Leia mais


  • CADASTRO NACIONAL

Faça seu cadastro

Seus dados são fundamentais em termos de estatísticas em âmbito […]

TV Psoríase Brasil:

enquete-onde-trata